Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído é celebrado na Avenida Paulista

Comentários (0) News

Alunos de Escola Municipal fazem “Manifesto do Silêncio” para destacar o impacto do ruído na vida cotidiana. A ação educativa segue a temática da campanha Ruído: a solução está na educação!”

 

O tema educação está no centro da campanha do INAD – Dia Internacional da Conscientização sobre o Ruído e, para celebrar a data no Brasil, no dia 27 de abril, a  ProAcústica preparou um ato cívico na Casa das Rosas, localizada na Avenida Paulista em São Paulo. Complementando a ação, a ProAcústica e a Câmara Municipal de São Paulo, por meio do gabinete do vereador Andrea Matarazzo, organizam a 3ª Conferência Municipal sobre Ruído, Vibração e Perturbação Sonora, no dia 28 de abril, na sede da Câmara Municipal de São Paulo.

Com o tema “Ruído: a solução está na educação!” acontecerá o “Manifesto do Silêncio” que terá, como principal protagonista, a participação dos alunos da EMEF Escola Municipal Desembargador Amorim Lima, da Vila Indiana, da zona Oeste de São Paulo. Eles se reunirão no jardim da Casa das Rosas, entre 14h25 e 14h26, vestindo camisetas brancas e portando cartazes brancos em protesto contra a poluição sonora. Paralelamente, técnicos representantes da ProAcústica vão realizar medição de ruído e projeção do Mapa Sonoro, em tempo real.

A pausa de 60 segundos será realizada de forma simultânea em vários países pelo mundo e faz parte de uma campanha que tem mais de 21 anos, realizada pela League for the Hard of Hearing, atualmente chamada de Center for Hearing and Comunication, de Nova Iorque (EUA). A entidade norte-americana promove em escala global o evento de conscientização para destacar o impacto do ruído na vida cotidiana das pessoas e proporcionar aos participantes a oportunidade de conscientização sobre um problema que atinge a todos.

De acordo com a diretora da escola, Ana Elisa Pereira Flaquer de Siqueira, o debate é fundamental pois o tema acústica não é pensado na arquitetura das escolas no Brasil. A questão é importante tanto para alunos que estão aprendendo quanto para o trabalho dos educadores”.

Segundo especialistas, entre as várias faces do problema da poluição sonora, que é inclusive de caráter de saúde, estão os impactos negativos na capacidade de aprendizado de crianças, jovens e adultos, diminuindo o desempenho educacional dos que residem na cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três + 1 =