Revisão de normas de acústica aplicadas à construção civil será concluída em 2016

Comentários (0) News

Fonte | Portal do Sinduscon SP de 19/01/16
Autora | Fabiana Holtz
Conteúdo para download | Acesse aqui

Previsão é do coordenador da Comissão de Estudo da ABNT, Krisdany Cavalcante.

Reunidos na sexta-feira (15), em São Paulo, os membros da Comissão de Estudo de Desempenho Acústico de Edificações (CE-002:135.001) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) concluíram o texto do 2º Projeto de Revisão da norma ABNT NBR 10151 (Acústica – Medição e avaliação de níveis de pressão sonora em áreas habitadas – Aplicação de uso geral).

“Toda a estrutura do texto já está acordada, agora só falta finalizar com os representantes do setor público, da indústria, consultores e laboratórios alguns detalhes pendentes referentes aos procedimentos de avaliação, o que ocorrerá na próxima reunião, prevista para os dias 10 e 11 de maio”, informou o coordenador da Comissão, o engenheiro Krisdany Cavalcante. Feito isso, o projeto seguirá para Consulta Nacional, com perspectiva de ser aprovado em 2016.

Segundo Cavalcante, a ABNT NBR 10151 foi publicada pela primeira vez em 1987 e revisada em 2000. O tema foi retomado em 2012. De acordo com ele, a 10151 passou de um texto de quatro páginas e um anexo para um projeto de 33 páginas e cinco anexos. “Sua revisão é necessária em razão do amplo espectro de sua aplicação, pois ela é utilizada tanto para a avaliação acústica de empreendimentos já existentes quanto para estudos de inserção de novos empreendimentos, sejam eles de cunho residencial, comercial, industrial e de serviços”, afirmou o engenheiro.

Ambientes internos

Em uma segunda reunião, na mesma data, o grupo analisou sugestões recebidas durante a Consulta Nacional do 4º Projeto de revisão da ABNT NBR 10152 (Acústica — Níveis de pressão sonora em ambientes internos a edificações), realizada em 2015. “Nesse caso, quase 50% das proposições já foram avaliadas e, em sua maioria, acolhidas pela comissão. Agora falta concluir a análise das demais contribuições, o que deve ocorrer na próxima reunião, em 24 de fevereiro”, afirmou. Feito isso, o projeto seguirá para publicação como Norma, em substituição à versão vigente desde 1987.

Segundo ele, a ABNT NBR 10152:1987 traz apenas critérios de avaliação. “Estamos no quarto projeto de revisão desta norma, saímos de um texto de três páginas para 24 páginas, incorporando questões que não eram tratadas, como instrumentação, calibração e procedimentos de medição”, acrescentou. Também foram incluídos novos ambientes e “excluídos ambientes que não existem mais, como salas de mecanografia e salas de computadores”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *